Mensagens sentidas

Tudo aquilo que fazemos com gosto e com amor, carinho e dedicação, fica sempre bem feito.

O bem mais precioso que podemos ter na vida, além da saúde, é o amor e a amizade. São coisas que dinheiro algum pode comprar.

A vida só vale a pena ser vivida junto de quem amamos e só faz sentido se pudermos aprender, crescer e evoluir sempre.

(Marta Alves)

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Queques Integrais de Cacau


 Olá lindonas,

Enquanto não acabo o meu trabalhinho de crochet em curso, venho aqui deixar-vos mais uma receita.

Como tenho andado com uma grande vontade de comer bolo de chocolate, lembrei-me de fazer uns queques de cacau (que com a mistura do açúcar, ficam com o gosto do chocolate J).

Mais uma vez tentei fazê-los com ingredientes menos ‘maus’… Misturei farinha integral e usei cacau magro e açúcar amarelo. Também podia ter substituído o açúcar por outro adoçante mais natural e o leite por um leite vegetal, mas não tinha em casa… portanto, desta vez foi assim.

E, ‘prontos’… foi este o bolinho do fim-de-semana e foi assim que a Marta matou o desejo de comer um bolo de chocolate J

                                         

A receita é muito simples:

- 2 ovos
- ½ chávena de açúcar amarelo
- 1 chávena de leite
- 1 chávena de farinha de trigo
- ½ chávena de farinha de trigo integral
- ½ chávena de cacau magro em pó
- 2 colheres de chá de fermento em pó

Batem-se os ovos com o açúcar, acrescenta-se o leite e depois o cacau e as farinhas misturadas com o fermento.
Bate-se tudo bem batidinho com a batedeira eléctrica ou à mão (se preferirem).
Coloca-se a massa nas formas de queques, leva-se ao forno (200ºC) por 15 ou 20 minutos, até estarem cozidos. Retiram-se, deixam-se arrefecer antes de desenformar (se usarem formas de silicone como eu) e depois podem deliciar-se à vontade.

(Se forem como eu, não vão conseguir resistir a provar logo um, ainda morninho J)

Espero que gostem.

Beijinhos e bons bolinhos :*



sábado, 9 de julho de 2016

1ª Reciclagem de Lata - Vasinho para Suculenta

Olá lindas,

hoje apeteceu-me vir mostrar-vos o último trabalho de crochet que fiz.

Foi a minha primeira experiência de reciclagem de latas e gostei tanto do resultado, que já estou a fazer outra (para mostrar apenas quando estiver pronta e bem acabadinha)

Usei para colocar um rebentinho de uma suculenta que tenho noutro vaso maior.

Acho que ficou simples, mas bonita.
Só fiquei na dúvida se devia colocar uma flor de crochet a enfeitar...
O que acham?

Espero que gostem.
Beijinhos e bons trabalhos :*


Era assim: uma simples latinha de milho (sem rótulo e bem limpa)

E ficou assim :)

De frente

Por baixo

Com a plantinha dentro
Resultado final: um lindo vaso com uma suculenta 'bonsai' ;)



sexta-feira, 1 de julho de 2016

Bolo Mármore de Iogurte


 Olá queridas,

Hoje venho deixar a receita da sobremesa que o namorido fez ontem, para aproveitar o facto deu eu ter acendido o forno para fazer a quiche de folhas de beterraba J


Ele também gosta de fazer bolos, assim bem simples, e tem lá o seu método de os fazer sem grandes complicações, por isso deixei-o à vontade pra ver o que saía ;)

E saiu esta maravilha: um bolinho simples, que não fica muito doce, mas é muito bom, perfeito para um bom lanchinho. E nesta altura sabe muito bem com um copo de ice-tea caseiro bem fresquinho J

Ficou assim:



A receita é a do bolo de iogurte que costumo fazer (já publicada aqui), com a pequena troca do açúcar branco por açúcar amarelo, e numa parte da massa ele acrescentou 50 gramas (aproximadamente) de cacau magro em pó.

Espero que gostem.

Beijinhos docinhos :*


quinta-feira, 30 de junho de 2016

Quiche de Folhas de Beterraba com Cogumelos e Fiambre de Perú



Olá lindas,

Hoje trago-vos uma comidinha que gosto bastante: Quiche (ou Tarte).

Gosto muito de comidas de forno e esta é uma das minhas preferidas, porque é bastante versátil. Pode-se fazer com os legumes que quisermos ou tivermos disponíveis no frigorífico, tanto se pode comer quente como fria e dá para levar para um piquenique no campo ou na praia.

Já aqui mostrei várias quiches e esta é mais uma variação, mas desta vez saiu uma versão baseada na curiosidade e experimentação de uma nova ‘verdura’ J

Com umas beterrabas trazidas da horta do papá, tão lindas e tão tenras, que até dava pena deitar fora as folhas, decidi arriscar e experimentar usá-las numa quiche. Pensei que se as acelgas ficam boas, as folhas de beterraba também não deviam ficar mal…

E foi assim que nasceu esta nova versão de quiche, que modéstia à parte, até ficou muito boa J




Se quiserem arriscar a experimentar, a receita é esta:

- 1 massa quebrada de compra
- 2 colheres de azeite
- 1 cebola pequena
- 1 lata pequena de cogumelos laminados
- folhas de beterraba cortadas em juliana
- 1 cenoura
- 1/2 lata de milho doce cozido
- fiambre de perú a gosto
- salsa picada a gosto
- 3 ovos
- 1 pacote de natas
- ½ sopa de cebola
- 100 gr queijo ralado
- sal, pimenta e noz-moscada qb
- orégãos e sementes de sésamo para decorar

Comece por fazer o recheio: cozinhar a cebola picada no azeite (sem deixar fritar), juntar os cogumelos e a salsa picada, mexer e deixar cozer um pouco, deitando um pouco de água se necessário. Juntar as folhas de beterraba, temperar de sal e pimenta e deixá-las reduzir de volume. Depois juntar a cenoura ralada e o milho e deixar cozinhar até estar tudo cozido (mas não demasiado). No final deve escorrer o caldo dos legumes cozinhados, cortar o fiambre em pedaços, juntar ao preparado anterior e reservar.

À parte bater os ovos, juntar as natas e a sopa de cebola e temperar com noz-moscada a gosto.


Na tarteira colocar a massa (deve deixar com o papel vegetal que vem agarrado), picar a massa com um garfo, colocar o recheio e regar com a mistura dos ovos; polvilhar com o queijo ralado, as sementes de sésamo e os orégãos, e levar ao forno pré-aquecido a 200º durante 30 ou 40 minutos (ou mais, dependendo do forno) até estar bem cozido. Desenformar e servir.


sábado, 25 de junho de 2016

Ice-Tea (ou Sangria fingida) de Frutos Vermelhos


Olá minhas lindas,     
        
Tenho estado um pouco afastada do meu cantinho por causa dos afazeres da vida ‘real’, mas confesso que já tinha saudades vossas J

Não tenho tido muita vontade de cozinhar e o calor tira-me a vontade de acender o forno e fazer bolos L, e os trabalhos de crochet ainda não estão acabados, por isso não me tenho sentido muito inspirada pra vir aqui…

Nesta altura do ano acontece-me sempre isto: tenho menos apetite, só me apetece comer coisas mais leves e frescas, doces mais à base de fruta e beber mais água ou sumos de fruta naturais.

Também vos acontece isto ou algo semelhante?

Por isso, hoje trago uma sugestão bem levezinha, fácil de fazer e de beber J



Basta ferver 1 litro de água, colocar 1 colher de sopa de chá de frutos vermelhos (ou 1 saqueta) e deixar em infusão até arrefecer um pouco.

Depois coar o chá para dentro de um jarro de vidro, juntar ½ maçã cortada às fatias, 3 morangos às rodelas e algumas amoras silvestres (ou outas bagas a gosto). Para as mais gulosas (como eu) podem juntar uma colher de sobremesa de mel (ou outro adoçante natural) e mexer até dissolver.

Colocar o jarro no frigorífico até à hora da refeição.

Servir bem fresco e, se quiser, pode decorar com umas folhas de hortelã.


 




Espero que gostem e se refresquem bastante!

Beijinhos fresquinhos :*


Ficou assim por cima


segunda-feira, 13 de junho de 2016

Cheesecake de Limão com Doce de Morango


Olá lindas,

Como foi o vosso fim-de-semana prolongado?

O meu foi óptimo J 
Aproveitei para ir passear até à aldeia, à casa dos paizinhos, para passar uns dias com eles e ajudar a minha mãezinha; e aproveitei também para estar com a minha avozinha e pôr as costuras em dia (sim, porque aqui a preguiçosa da Marta só consegue cozer à máquina e fazer os arranjos da roupa, quando a avozinha também lá está e lhe dá uma (duas) mãozinha(s) J).

À parte o trabalho, ainda conseguimos ir passear no domingo até à feira de Arraiolos para ver os seus lindos tapetes (“O Tapete está na Rua 2016”). Mas sobre isso falarei noutro texto e mostrarei as fotos do evento.

Agora vou mostrar-vos a sobremesa do fim-de-semana, feita pela mãezinha com a ajuda do namorido, enquanto a Marta tratava das costuras com a avozinha, e o paizinho tratava da horta.

A minha mãe tinha lá esta receita guardada, à espera de uma ocasião em que a família estivesse toda reunida, para experimentá-la. Porque que lhe tinha sido dada por uma amiga dela, que lhe tinha dito que era uma sobremesa muito boa, mas que só a fazia quando tinha amigos em casa, porque ficava grande demais só pra duas pessoas e era muito ‘gulosa’.

Ora esta foi a ocasião esperada J

Posso constatar que de facto é mesmo boa e bastante ‘gulosa’! (Até o paizinho, que não liga muito a estes doces, adorou!)

Na minha opinião é ideal só para dias de festa, mesmo! E de preferência com um bom passeio a pé a seguir ;)

Se quiserem experimentar, aqui fica a receita, assim como as fotos. Peço desculpa por não ter conseguido fotografá-la inteira, mas quando me lembrei das fotos, já tinha ‘desaparecido’ metade… portanto, foi o que se arranjou J

Então vejam e bambem-se ;)


Beijinhos e boa semana :*




RECEITA

Base:
- 150 gr bolacha torrada moída
- 50 gr manteiga vegetal

Amassar a bolacha moída com a manteiga, forrar o fundo de uma tarteira (de fundo amovível) com a mistura, calcar muito bem e levar ao frigorífico.

Recheio:

Bater 50 gr de açúcar com 4 gemas e 50 gr de manteiga, até ficar uma mistura esbranquiçada. Juntar 2 pacotes de natas, o sumo de 2 limões grandes e 1 embalagem de queijo-creme, batendo tudo muito bem e depois juntam-se 8 folhas de gelatina branca já demolhadas e derretidas (no micro-ondas ou em banho-maria). Bater bem para que a gelatina fique bem misturada.

Por fim, juntam-se as 4 claras batidas em castelo com 50 gr de açúcar, envolve-se muito bem na mistura anterior, deita-se na forma por cima da base, e vai ao frigorífico algumas horas para ficar mais firme (de preferência de um dia para o outro). Depois de estar solidificado pode-se cobrir com um doce ao nosso gosto (morango, framboesa ou amora). (Neste caso, foi com doce de morango caseiro, que já estava feito e aguardava um bom pretexto para ser usado J)

Depois é só retirar do frigorífico na altura de servir, desenformar e deliciar-se.

Enjoy it!  




terça-feira, 7 de junho de 2016

Bolo Integral de Banana


Olá minhas lindas,

Hoje venho mostrar-vos mais uma iguaria feita pelo namorido J

Como tínhamos umas bananas bem madurinhas na fruteira a olhar pra nós e a chamarem por bolo ;) e como o namorido também já entrou na onda dos bolos integrais e das substituições de ingredientes ‘nocivos’ por outros mais ‘saudáveis’ (que remédio…), não resistiu e foi procurar à net uma receita de bolo de banana que cumprisse minimamente esses requisitos e que fosse feita com farinha integral ou de aveia (também porque eram as únicas que haviam em cá em casa…).

Encontrou várias receitas, que pareciam todas muito boas, mas a que nos agradou mais foi esta que vos trago e a única alteração que fez à receita original foi não colocar a ½ chávena de granola (porque não tínhamos e também porque não considerámos que fizesse muita falta uma vez que a receita já incluía outros cereais).

E foi assim que desta vez trocámos de papel: eu tratei do almoço e ele fez o bolinho da sobremesa (e dos lanches) do fim-de-semana J

E o resultado foi este:


Espero que gostem.
Beijinhos e boa semana :*


Receita
(Fonte: http://gshow.globo.com/receitasgshow/receita/bolointegraldebanana56b8bc604d38856c17000045.html)


No liquidificador:
- 3 ovos inteiros
- 2 bananas maduras
- 1/2 chávena de óleo de girassol
- 1 chávena de leite (ou leite de soja)
- 1 colher de sopa de sementes de linhaça trituradas



Numa tigela:
- 1 chávena de farinha de trigo integral
- 1 chávena de flocos finos de aveia
- 1 chávena de açúcar mascavado
- 1 colher de sopa de cacau em pó
- 1 colher de sopa de sementes de chia
- 1 colher de sopa de fermento
- Canela e passas a gosto


Preparação:
1 – Adicionar a mistura do liquidificador à mistura da tigela e mexer bem.
2 – Colocar numa forma previamente untada com manteiga vegetal e polvilhada de farinha.
3 – Levar ao forno pré-aquecido a 180°C, por aproximadamente 40 a 45 minutos (ou até estar cozido).


Depois é só retirar do forno, desenformar, deixar arrefecer (se conseguir resistir ao cheirinho…) e comer idealmente ao pequeno-almoço ou ao lanche, sem exageros e sem culpas porque é um bolo caseiro e porque é feito com ingredientes ‘saudáveis’ J


Ficou assim por dentro
São servidas? ;)


sexta-feira, 3 de junho de 2016

Massa chinesa (noodles) com Legumes e Camarão na Wok


Olá lindas,         
Já estou com saudades vossas…

Tenho estado um pouco ausente deste cantinho por duas razões: o namorido (namorado quase marido J) está de férias em casa, logo tenho aproveitado para passarmos mais tempo juntos, e também porque ando com uma maldita dor num dente, que me tira a vontade e a paciência de cozinhar e muito menos de fazer bolos L
   
Por isso temos comido umas coisinhas simples e rápidas, umas sopinhas, umas massas, enfim… nada de especial que me inspirasse a fazer uma publicação aqui…

Mas a receita que trago hoje é especial e não podia deixar de a mostrar J Foi feita pelo namorido, é uma receita simples e prática, mas muito saborosa.

É uma das especialidades que ele gosta de fazer e confesso que se ajeita muito bem na cozinha e a fazer estes pratos na wok. Fui eu que lhe peguei o bichinho da comida chinesa, mas é ele que a faz mesmo bem cá em casa! (Oh, que chatice…)

E ainda teve a paciência de esperar que eu a fotografasse e escreveu-me a receita para eu colocar no blog. Ele é um querido J (dá-lhe graxa… ;))

Então cá vai a receita, já de seguida.

Espero que gostem e se deliciem como eu :P 

Beijinhos e bom fim de semana :*




Ingredientes Para 2 pessoas
  • 1 Pacote de Massa Chinesa Instantânea (ou 1 ‘meada’ de massa chinesa)
  • 6 Camarões Grandes ou Miolo de camarão
  • ¼ de Repolho
  • 1 Alho francês
  • 1 Cenoura média
  • 2 dentes de Alho
  • 3 ou 4 Cogumelos frescos
  •  6 Ervilhas tortas (ou ½ lata de ervilhas de conserva)
  • ½ Colher de chá de Gengibre em pó
  • 1 Colher de chá de coentros em pó
  • 2 Colheres de sopa de Óleo de Sésamo
  • Molho de soja q.b.
  • Sal q.b.
  • Sementes de Girassol (ou sementes de Sésamo) a gosto


Preparação:

Primeiro preparam-se os camarões: deixa-se descongelar um pouco, tira-se a casca deixando ficar a cabeça, dá-se um corte ao comprido e tira-se a tripa do meio do camarão (este processo é desnecessário se optar pelo miolo de camarão). Temperam-se com alho picado e um pouco de sal.

De seguida prepara-se os legumes, que devem ser cortados o mais fino possível e a cenoura é cortada longitudinalmente (ou seja, no sentido do comprimento).

No wok bem quente torre as sementes e guarde; a seguir, coloque 1 colher de óleo e frite o camarão (ou o miolo de camarão) e reserve.

Numa panela à parte, coza a massa conforme as instruções da embalagem, adicionando um pouco mais de água.

Coloque 1 colher de óleo no wok, junte os vegetais começando pela cenoura e o alho francês e, quando estiverem quase cozinhados, junte os restantes vegetais, as especiarias e um pouco de sal, mexendo sempre.
Vá juntando aos poucos alguma da água da cozedura da massa, para ajudar a cozer os vegetais.

No fim junte a massa (bem escorrida) aos vegetais, adicione o molho de soja ao seu gosto e envolva. Sirva bem quente, com os camarões que reservou anteriormente.

Bom Apetite!

Ficou assim no prato


quinta-feira, 26 de maio de 2016

Sumo de Bronzeamento Natural III (Sumo de Maçã e Beterraba)


Olá minhas lindas J

Para quem me acompanha já sabe (e quem não sabia fica a saber) que adoro batidos e sumos de fruta natural!

E agora com o calorzinho a aproximar-se (será que veio para ficar?) ainda apetece mais um sumo bem fresquinho a acompanhar a refeição, para variar um pouco da água natural.

Depois de ver esta sugestão da amiga Joana do blog “As receitas damãe galinha” tive vontade de voltar a fazer os meus suminhos naturais J

Já tinha mostrado aqui alguns que costumo fazer (Laranja e Cenoura; Morango e Laranja), mas hoje, inspirada pela receita da Joana e por um sumo de pacote que vi num folheto de supermercado, lembrei-me de fazer com esta mistura: Maçã e Beterraba. (Ai, ai, vamos lá a ver o que isto vai dar…)

E não é que resultou bem! Pelo menos eu gostei da mistura J

Não se nota muito o gosto ‘normal’ da beterraba e não precisei de adicionar açúcar ou qualquer outro adoçante, porque tanto a maçã como a beterraba estavam bem maduras e docinhas.


Fiz com 1 maçã e ¼ de uma beterraba média. Ralei as duas, coloquei no liquidificador, adicionei +/ meio litro de água e triturei tudo muito bem. Depois coei com um passador, para ficar só com o líquido, guardei num jarro de vidro e coloquei no frigorífico a refrescar até à hora da refeição.


Para mim este é mais um bom sumo a adicionar àqueles que costumo fazer para preparar o meu corpo para o sol, para prevenir a alergia e as queimaduras solares da pele. Sim, porque acredito que a protecção solar não deve ser só externa, mas também deve ter uma ajuda interna, ou seja, através dos alimentos que consumimos.   

O que acham da sugestão?



Beijinhos e bons suminhos :*

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Queques Integrais de Maçã, Aveia e Canela



Olá minhas lindas,

Neste dia meio de Inverno, meio de Primavera, apetece-me mostrar-vos mais uns belos queques que fiz e gostei muito J
(Mas esta rapariga não come mais nada, é só queques? ;) )

Assim sendo, sai mais uma versão dos queques da Marta!

Estou completamente fã dos meus queques em versão ‘integral’ J

Desta vez fiz com uma mistura de sabores que adoro: Maçã e Canela.

A receita base é a mesma dos Queques de Banana com Aveia e Canela, apenas substituí a banana por uma maçã, troquei metade da farinha de trigo por farelo e retirei o sal, e o resultado foi este:

                                                   

Espero que gostem
Beijinhos e bons bolinhos :*



Receita:

- 1 chávena de chá de farinha de aveia (flocos de aveia triturados)
- ½ chávena de chá de farinha de trigo
- ½  chávena de chá de farelo de trigo
- ½ chávena de chá de açúcar amarelo
- 1 colher de sobremesa de fermento em pó
- 1 ovo
- 1 maçã
- ¼ de chávena de óleo vegetal
- 1 chávena de leite (ou leite de soja)
- canela em pó a gosto

Colocar os ingredientes secos numa tigela e misturar. Colocar os ingredientes líquidos e a maçã (cortada em pedaços) no liquidificador e processar. Juntar os líquidos aos secos e mexer bem.
Colocar em formas de queques e levar ao forno pré-aquecido a 200ºC, durante aproximadamente 20 minutos, ou até estarem cozidos (fazendo o teste do palito).
Esperar que arrefeçam, retirar das formas e servir.


Bom apetite!



quarta-feira, 18 de maio de 2016

Omelete de Delícias do Mar (versão #2)


Olá linda(o)s,

Hoje venho mostrar o meu almoço de ontem J

Uma omelete simples, práctica e rápida de se preparar, e que fica deliciosa.

Além das panquecas, dos queques e dos batidos, também sou fã de omeletes e tudo que tenha ovo (Graças a Deus não sou alérgica…).
Quando não sei o que hei-de fazer para o almoço e não tenho muito tempo ou paciência para cozinhar, lá sai a bela da omelete J


Os ingredientes que utilizei foram apenas para uma pessoa, mas podem aumentar e/ou mudar de acordo com as vossas necessidades e gosto.




- 1 dente de alho
- 1 colher de sopa de azeite
- 3 barrinhas de Delícias do mar
- 1 noz de margarina vegetal de culinária
- 2 ovos
- gersal (ou sal) e coentros a gosto







Picar o alho e refogar com o azeite numa frigideira anti-aderente (cuidado para não deixar queimar o alho…). Adicionar as barrinhas de delícias do mar cortadas em pedacinhos (não é necessário deixar descongelar), temperar com o gersal e os coentros picados e cozinhar uns minutos, mexendo com um garfo de madeira, para não agarrar.
Numa tigela, bater bem os ovos. Colocar uma noz de margarina vegetal na frigideira onde estão as delícias do mar já cozinhadas e adicionar os ovos por cima. Deixar cozinhar os ovos em lume brando, virar a omelete (com a ajuda de um prato) e deixar cozinhar do outro lado, até ficar no ponto (eu prefiro bem douradinha J).

Servir acompanhada de uma boa salada verde ou de cenoura e beterraba.

Espero que gostem.

Beijinhos :*


Linda e douradinha!
Ficou assim por dentro
São servida(o)s?